© João Bento

Atelier O SOM “POLÍTICO”

Artista Convidado: João Bento
6 > 9 NOV 2018
Escola Básica 1º Ciclo Santa Maria, Lagos

Esta oficina será construída a partir de objectos que se relacionam com notícias da actualidade, recolhendo sons e apropriando-nos de frases que correm nos jornais, nas rádios e nas televisões.
Iremos, assim, juntamente com as crianças , redescobrir a importância de tomar uma decisão / escolha e uma posição a partir também de vários microfones e memórias sonoras. Reinventando e questionando a nossa realidade, dando-lhe novas formas de vida.

… aquilo que vemos e ouvimos é muito determinado pelo que ouvimos, podem verificar isto através de uma pequena experiência: desliguem o som de uma televisão, troquem-na por uma banda sonora aleatória, gravada a partir de um telemóvel ou de outro aparelho que grave sons, música, conversas, gravações de outros programas, e vão ver que esta banda sonora arbitrária vai parecer apropriada e vai determinar uma nova forma de interpretar a realidade…
A geração Invísivel – Brion Gysin, 1962


João Bento nasceu no Fundão em 1980. É licenciado em Artes Plásticas pela ESAD de Caldas Rainha.
Desde 2004 compõe som para performance, dança, filmes experimentais, peças de teatro e live acts. O seu trabalho articula instrumentos analógicos e objectos sonoros, usados num contexto multidisciplinar, relacionando arquivos de som e processos que questionam a memória e o território.
Desenvolveu vários projectos educativos com o Centro de Recursos Artísticos para a Comunidade de Óbidos, Serviço Educativo da Moagem do Fundão, CENTA – Centro de Estudos de Novas Tendências Artísticas, Espaço do Tempo, Centro de Arte Manuel de Brito de Algés, serviço educativo da Culturgest, Fábrica das Artes/CCB com a Sonoscopia, projecto Odisseia em 6 bairros periféricos de Lisboa, Cia Radar 360 (Arte em Rede e Fundação Gulbenkian) e Comédias do Minho.
A cidade do Fundão dedicou um ano ao artista (Abril 2014 – Abril 2015), com um projecto da sua autoria intitulado Passagem #1. Ciclo de exposições, live-acts, projectos pedagógicos, curadoria, conversas, residências, transmissões rádio e a publicação de um livro.
Os seus projectos pessoais e em colaboração foram apresentados em Portugal, Espanha, França, México, Bélgica ,Alemanha , Índia e Bangladesh.