© João Galante

Romance Familiar ou A Realidade Aumentada

De: Ana Borralho & João Galante
Estreia: 11, 12 e 13 ABR / Grande Auditório da Culturgest - Fundação CGD (Lisboa, PT / 2019)

“A mecanização da vida tem provocado estratégias de defesa, por parte dos cidadãos, de modo que a experiência passa a ser concebível apenas através de ecrãs. Se até ao século XX os dispositivos audiovisuais de consumo popular eram dirigidos às massas, no novo milénio o enfoque é dado a cada cidadão e às suas idiossincrasias, devolvendo-lhes o sentido de identidade, mas sempre assente no poder de metamorfose, fornecido pelas apps que fomentam a perpétua proliferação das imagens de um corpo individual. Assim se projectam os sujeitos em paisagens mediáticas que, a um tempo, os conectam e isolam até os entregar a um limbo onde toda a noção de realidade se perde de vista.” – Fernando J. Ribeiro

Romance Familiar ou a realidade aumentada aborda estes sintomas através do recurso a dispositivos tecnológicos recentes. Quais são os efeitos psíquicos da individualização extrema? O mundo real está em risco de se perder no virtual? Em conjunto com um grupo de participantes da comunidade local, Ana Borralho & João Galante convidam-nos a explorar um futuro que já começou.


Conceito, Direcção Artística e Espaço: Ana Borralho & João Galante
Co-criação, Actores: Ana Freitas, Cláudio da Silva
Co-criação, Assistência de Ensaio e Performers: Alface (Cátia Leitão), Catarina Gonçalves
Co-criação, Assistência Técnica e Performer: Tiago Gandra
Assistência de Ensaio e Performer: Daniel Matos
Performers: Grupo de participantes da comunidade local
Dramaturgia, Colaboração Artística: Fernando J. Ribeiro
Assistência de Encenação: Antonia Buresi
Desenho de Luz: Eduardo Abdala
Banda Sonora Original: Coolgate
Desenvolvimento de Multimédia: ArticaCC

Direcção Executiva e Administração: Mónica Samões
Direcção de Produção e Difusão: Andrea Sozzi
Produção Executiva: Joana Duarte
Uma produção: casaBranca
Co-produção: Fundação Caixa Geral de Depósitos – Culturgest, Le phénix pôle européen de création décentralisé au théâtre de Denain dans le cadre du Campus Amiens-Valenciennes avec le soutien du programme Culture pour tous du Ministère de la Culture et de la Communication
Apoio: Espaço Alkantara, Pólo Cultural Gaivotas, O Rumo do Fumo, Arisco – Instituição para a Promoção Social e da Saúde, Forall Phones